O GRUPO CIRANDELA

O Grupo Cirandela é um grupo artístico de Criciúma/SC, que desde 2009 vem desenvolvendo a sua pesquisa e produção no encontro da música com teatro, com a literatura e outras linguagens artísticas. Buscando no atravessamento dessas linguagens e no encontro com outros artistas, um estado poético do som, da palavra, da imagem e do movimento. 

BRUNO ANDRADE

BRUNO ANDRADE FACHIN (Criciúma/SC) – Graduado em Letras pela UNESC – Universidade do Extremo Sul Catarinense (2014). Extensão em Música Práticas Sociais pela Censupeg. Integrante e fundador do Grupo Cirandela, onde atua desde 2009 como músico, ator e produtor. Com o Grupo Cirandela lançou o “EP Cata-rima” (2014) e participa do elenco, compôs e produziu a trilha sonora das peças teatrais “Lá Vem Poesia” (Grupo Cirandela - 2011), “Arroz e Feijão em: Colapso no Sistema”(Grupo de Teatro Cirquinho do Revirado–2015), “Para Contar Estrelas (Grupo Cirandela–2016), “Girândola”(Grupo Cirquinho do Revirado e Grupo Cirandela – 2019) e produziu a Trilha Sonora Original da série de animações "Cine.EMA" (Eranos Círculo de Arte - 2021). Recebeu o Prêmio de Melhor Trilha Sonora no 47º FENATA – Festival Nacional de Teatro de Ponta Grossa/PR (2019) e no XIII Festival Nacional de Teatro de Limeira/SP (2017) com “Para Contar Estrelas”. Atualmente desenvolve o projeto “Pequenas Canções Para Tempos Isolados” (2020), trabalho audiovisual com canções e videoclipes autorais do grupo criados no período de distanciamento social.

PRISCILA SCHAUCOSKI

PRISCILA SCHAUCOSKI (Criciúma/SC) – Bacharel em Artes Visuais pela UNESC – Universidade do Extremo Sul Catarinense (2008). Integrante e fundadora do Grupo Cirandela, onde atua desde 2009 como atriz, musicista e produtora. Com o Grupo Cirandela lançou o EP “Cata-rima” (2014) e participa do elenco, compôs e produziu a trilha sonora original das peças teatrais “Lá Vem Poesia”(Grupo Cirandela - 2011), “Arroz e Feijão em: Colapso no Sistema”(Grupo de Teatro Cirquinho do Revirado – 2015), “Para Contar Estrelas” (Grupo Cirandela - 2016), “Girândola”(Grupo Cirquinho do Revirado e Grupo Cirandela – 2019) e produziu a trilha sonora original da série de animações "Cine.EMA (Eranos Círculo de Arte - 2021). Recebeu o Prêmio de Melhor Trilha Sonora no 47º FENATA – Festival Nacional de Teatro de Ponta Grossa/PR (2019) e no XIII Festival Nacional de Teatro de Limeira/SP (2017) com “Para Contar Estrelas”. Atualmente desenvolve o projeto “Pequenas Canções Para Tempos Isolados”(2020), trabalho audiovisual com canções e videoclipes autorais do grupo criados no período de distanciamento social.